Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

Feira de Santana Domingo , 20 de Abril de 2014
OFERECIMENTO

Procon de Feira divulga pesquisa de preços de material escolar

Publicada em 21/01/2013 ás 12:46:21

Livrarias

A Superintendência Municipal de Defesa do Consumidor (Procon) divulgou o resultado da primeira pesquisa de preços de material escolar realizada este ano. A relação inclui 25 itens cotados em cinco estabelecimentos diferentes. As variações de preços de um mesmo produto podem ser de até 189%.

A cotação foi realizada nos seguintes estabelecimentos: Bahia Papelaria, Dinúbia Papelaria, Maskate, Maxi Papelaria e Papelaria D. Pedro II. Dos 25 itens pesquisados, 20 foram encontrados com o menor preço na Bahia Papelaria, seis na Maxi Papelaria, enquanto um item foi cotado com valor mais em conta na Dinúbia Papelaria. Nas papelarias D. Pedro II e Maskate nenhum dos itens pesquisados foi encontrado com o menor valor.

A pesquisa não leva em consideração as marcas dos produtos. De acordo com a superintendente do Procon, Suzana Mendes, a cotação tem o objetivo de orientar o consumidor no momento das compras, e foi realizada nos principais estabelecimentos do ramo na cidade.
 
A maior variação de preço foi constatada no pincel atômico com seis unidades. O item que é encontrado por R$ 2,59 na Bahia Papelaria, chega a custar R$ 7,50 na Papelaria D. Pedro II - diferença de 189%. O hidrocor, outro item bastante comum nas listas de material escolar, também sofre uma variação considerável de preços. O produto que custa R$ 1,22 na Bahia Papelaria é encontrado por R$ 2,50 na D. Pedro II.

Já a fita dupla face de 30 metros teve uma variação de 175%. Custa R$ 1,45 na Bahia Papelaria e R$ 4,00 na D. Pedro II. O lápis de cor é encontrado com menor preço na Maxi Papelaria, onde custa R$ 1,70. Em alguns itens a variação de valores é pequena, como o papel camurça. O produto é encontrado por R$ 0,40 na Maxi Papelaria e Bahia Papelaria, e R$ 0,50 na D. Pedro II.
 

Autor/ Créditos: Jorge Magalhães