Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Radioamadores salvam a vida de garoto de sete anos

Publicada em 19/11/2012 ás 10:14:43

Socorro à vitima

 Um grupo de radioamadores de Feira de Santana salvou a vida de um menino de sete anos, que fazia retiro espiritual, neste final de semana, na Serra de São José, no Distrito de Maria Quitéria.

Os radioamadores estavam subindo a serra, para fazer testes de alcance de uma repetidora, da qual o grupo faz uso do sinal. Ao alcançarem os 180 metros de altitude, o grupo deparou com uma sena não comum de acontecer no local.
 
Uma mulher aparentando ter entre 25 e 30 anos arrastava uma criança pelo chão causando vários ferimentos pelo corpo da criança. A mulher é a mãe do menino e fazia um retiro espiritual de 20 dias e há dois dias faziam jejum. O menino apresentava escoriações no rosto, nas pernas e nas costas causadas pelas pedras, no trajeto onde a mãe o arrastou por cerca de 30 metros.
O grupo formado pelos radioamadores: PY6-MDT, Maikou Douglas Teixeira, PY6-ZM, Marconi, PY6-IA, Israel, PY6-PO, Paulo e PY6-OF Adriano Oliveira, que estava no Centro da cidade resolveram prestar socorro ao menino bem como a mãe, que aparentava está em surto psicótico.
 
De imediato o grupo tentou a todo o momento solicitar socorro ao corpo de Bombeiros da Feira bem como da Policia Militar e do SAMU, como não obtiveram respostas de nem um dos três órgãos, o radioamador PY6-ZM, Marconi solicitou do colega, PY6-OF, Adriano que fosse pessoalmente ao corpo de Bombeiros e no SAMU pedir socorro e depois de muitas indagações e respostas as duas unidades com o apoio da Guarda Municipal foram ao local prestar o socorro.
A mãe do menor por estar ainda em surto e muito violenta teve de ser contida por prepostos da Guarda e encaminhada ao Hospital Geral Cleriston Andrade. Já o menino foi encaminhado ao Hospital Geral da Criança, onde está internado e não corre risco de morte.
 
PY6-ZM, Marconi registrou toda a ação do grupo durante o salvamento
 
RADIOAMADORISMO- Maikou Douglas lembra que “O radioamador é considerado um elo importante no serviço de utilidade pública porque tem todos os elementos tecnológicos para auxiliar a comunicação quando ocorrem, por exemplo, tragédias, desastres em que os telefones TV ou emissoras de rádio ficam fora do ar. O radioamador ajuda órgãos em situação de emergência na comunicação com a Defesa Civil, por meio da Rede Nacional de Emergência de Radioamadores, Rener, o que aconteceu neste caso”.
De acordo com legislação vigente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em caso de emergência, um radioamador habilitado pode entrar na frequência de um órgão público como o da Policia Militar, Corpo de Bombeiros ou do SAMU para pedir socorro. O que neste caso não obtiveram retorno dos órgãos, o que por pouco não causou a morte do menor, pela agilidade do grupo radioamadores, que tiveram de ir pessoalmente aos órgãos solicitar a ajuda. 
 
PY6-OF, Adriano lembra da importância do ardioamador para a comunidade. “A solidariedade é algo que está sempre presente na rotina dos radioamadores. O radioamador tem a função comunitária, de ajudar mesmo, e ajuda a salvar muitas vidas; por isso, ele não é importante somente para nós, mas para toda a sociedade”, afirma Adriano.
Autor/ Créditos: Jorge Magalhães

 

Leia Também